Como usar Aulas ao vivo ou webinars em Customer Education

Quando você gosta de um assunto, não tem nada melhor que ouvir uma pessoa entendida falar sobre isso. Ter visões diferentes e conseguir se aprofundar nesse assunto com alguém com expertise dá uma perspectiva muito maior.

Por esse motivo, quando ficamos em casa pela pandemia, as aulas ao vivo e webinars explodiram. Para 2023, há uma previsão que esse mercado atinja a marca de 800 milhões de dólares. Esse mercado não para de crescer e, se a sua empresa ainda não entrou nessa onda, agora é o momento!

No artigo de hoje, vamos explicar em detalhes o que são webinars e os diferentes tipos, além de te ajudar a inserir na sua estratégia de Customer Education. Quer saber como fazer um webinar incrível e com uma programação que não fique cansativo? Esse artigo aqui é para você!

O que são webinars e quais os diferentes tipos?

Aulas ao vivo e Webinars são ótimas formas de alcançar seus clientes de uma maneira diferente. Essas aulas podem abordar assuntos que estão em alta no momento e, diferente de cursos fechados, são mais dinâmicos por serem ao vivo. Com isso, tem uma maior interação com o público, podendo abrir para perguntas e também fazer interações ao vivo.

Webinar é uma forma mais simples de falar de web-based seminars, ou seja, seminários que ocorrem na internet. Eles possuem o intuito de apresentar uma questão e ensinar sobre ela. Funcionam como palestras presenciais, com o diferencial de que qualquer pessoa pode acessar esse conteúdo – contando que tenha o link e acesso à internet.

As possibilidades para webinars são inúmeras justamente por essa facilidade de alcançar pessoas independente da localização. 

Aprenda aqui como melhorar a retenção e renovação dos clientes e usuários da sua startup ao aprender o que é a curva de adoção de produtos.

1. Webinars de Autoridade.

Esse tipo de webinar também é conhecido como Thought Leadership Webinar. Ele tem o intuito de posicionar a sua empresa como uma autoridade no assunto. A ideia é apresentar um quadro com especialistas ou outras pessoas influentes no assunto em pauta, de forma que apresente para os espectadores como se entende esse determinado tópico.

São uma ótima forma de apresentar ideias novas ou demonstrar como sua empresa está ligada com as atualizações do mercado e sempre inovando. Trazer pessoas influentes também é uma estratégia, pois as pessoas que as seguem podem tornar-se leads da sua empresa.

Pode ser organizado uma palestra ou um painel. A ideia é centralizar na figura de conhecedor do assunto, enquanto envolve a plateia no assunto. A diferença entre um bom webinar e um mal organizado é a capacidade de não alienar – ou seja, de não fazer com que a plateia se sinta pior, mas sim melhor.

2. Webinar de Nutrição de Leads.

Esse webinar é projetado para que os clientes em potencial possam enxergar valor na sua empresa e no que apresenta para que se tornem consumidores. Então aqui o conteúdo vai ser focado em explicar o que é cada um dos produtos, trazer informações dos benefícios, trazer soluções.

Esse webinar pode ser de cases de sucesso ou de tutorial do seu produto. Pense na forma que acredita que irá agregar mais valor para seu produto e este deve ser o tema de webinar de nutrição de leads.

3. Webinar de Customer Onboarding

Este webinar é para apresentar o produto em detalhes. Aqui é o momento crucial para definir o tom do seu relacionamento com esse cliente. Apresente bem o produto e faça com que ele entenda muito bem os benefícios.

Ter um webinar para esse momento de onboarding é interessante porque você pode explicar para várias pessoas ao mesmo tempo e terá a vantagem das perguntas e respostas em que a dúvida de um pode ser de vários.

Traga seus clientes novos para a mesa para apresentar o produto e como tirar valor rápido dele, formar uma comunidade e, claro, pode-se até aliar com uma pequena parte de nutrição de leads, unindo os dois ponts.

4. Webinar sob demanda

O webinar sob demanda é um pouco diferente do tópico deste artigo, uma vez que está focado em aulas ao vivo. Porém é bom saber que existe essa possibilidade também. Esse formato pode ser a gravação dos outros webinars ao vivo que ficam disponibilizados para quem não pode assistir. Isso facilita também para a sua empresa não ter que fazer webinars todo mês sobre o mesmo assunto

Aqui, o foco será um pouco mais de tirar dúvidas específicas – geralmente reservados aos clientes de planos superiores. Veja aqui as principais ferramentas em Customer Education.

Esses são apenas 4 formatos de webinars mais utilizados. Caso a sua empresa tenha alguma ideia de um webinar que parece ser essencial para que os clientes ou possíveis consumidores tenham contato, mesmo que não esteja na lista, tente explorar a possibilidade. 

O universo dos webinars é enorme e os formatos variam muito. Quer fazer uma conversa com clientes que tiveram sucesso utilizando seu produto? Ou talvez fazer uma apresentação de alguma atualização? Talvez utilizar o webinar apenas para demonstrar a solução ao vivo? Todas essas possibilidades cabem no formato do webinar e, com certeza, terão públicos se feitas da maneira correta.

Como webinars se encaixam na estratégia de Customer Education.

Como já vimos anteriormente, webinars são ótimos para alcançar um grande número de pessoas e, por isso, também é ótimo para atingir um público diferente. A taxa de conversão média de um webinar é de 55%. Isso faz com que seja uma ferramenta poderosíssima para a sua empresa.

Ao ver os formatos de webinars, alguns já mostraram muito potencial dentro de Customer Education. Como, por exemplo, webinars voltados para o onboarding. Esse é o exemplo máximo de como utilizar essas aulas para educar os clientes do seus produtos.

Ter um especialista explicando sobre as funcionalidades do produto e mostrando com detalhes como fazer para acessar essas diferentes opções fazem com que seja muito mais fácil aprender a usar. 

Outra maneira de utilizar os webinars na estratégia de Customer Education é criando aulas ao vivo de perguntas e respostas. Assim, todos que tiverem dúvidas podem interagir e também aprender com as outras perguntas. Essas aulas podem estar associadas com outros conteúdos ou serem feitas especialmente para isso.

Quais são os segredos para um webinar de sucesso?

Para ter um webinar de sucesso você precisa pensar no objetivo de estar fazendo um webinar. Fazer uma apenas para “fazer” não é suficiente e, provavelmente, não terá o retorno desejado.

Criar um webinar requer planejamento e entender o motivo por trás. Você quer aumentar sua lista de leads? Quer ajudar os clientes com uma nova função? Primeiro pense no objetivo do seu webinar para que consiga mensurar se realmente atingiu o propósito.

Um webinar de sucesso é aquele que consegue atingir o que se propôs. Por exemplo, você se propôs a fazer um webinar que 20% das pessoas que assistiram virassem consumidoras. Nesse caso, qual webinar teria mais sucesso: webinar A em que mais de 100 pessoas compareceram mas só 5 compraram seu produto, ou um webinar B com 20 pessoas mas que 10 compraram o produto?

Com certeza, o webinar B foi um sucesso na conversão. Agora imagine o mesmo cenário, mas seu objetivo era atingir o maior número de pessoas possível. Neste caso, o webinar A teve mais sucesso.

Definindo o sucesso do seu webinar.

Para que seu webinar atinja o objetivo proposto e tenha sucesso, pense em fazer com um formato que chame a atenção. Ter em mente qual o público alvo e como fazer para esse público alvo se identificar com o conteúdo é um ótimo começo. Chame autoridades no assunto, procure temas atuais, faça chamadas interessantes. Tudo isso ajuda muito na hora de atrair espectadores.

Outro ponto para se levar em conta é ter um planejamento de quando fazer os webinars. Vou falar melhor disso no próximo tópico com um calendário bem definido. Mas tenha em mente: não faça webinar toda hora, fique cansativo e provavelmente no segundo seguido já terá uma queda nas presenças.

Um webinar que as pessoas saem considerando muito bom são aqueles que abrem para perguntas ao vivo. Essa interação é uma forma de se conectar e tirar dúvidas pontuais que podem não ter ficado muito claras, então reserve um tempo na apresentação para esse momento.

Uma dica para que tenha um webinar com presença de todos os interessados é fazer uma lista de email e relembrar da data. Pode parecer um detalhe sem muita importância, mas normalmente as pessoas estão muito atarefadas e, por mais que queiram ver seu webinar, acabam esquecendo de marcar na agenda. Então enviar lembretes periódicos é ótimo para manter o interesse.

Como montar um calendário de webinars.

Como falei antes, ter muitos webinars seguidos pode fazer com que as pessoas percam interesse e não vejam. Ainda mais se os assuntos forem muito semelhantes. Por isso, invista um tempo para montar um calendário de webinars.

Para criar esse calendário, pense primeiro em todos os tópicos que quer abordar, quais webinars gostaria de fazer nos próximos meses? Com eles anotados, veja se não são muito repetitivos ou se os assuntos de cada webinar cabe em apenas uma sessão ou é preciso fazer em dois dias. 

Normalmente os webinars têm duração de 30 a 60 minutos. Então se não prolongue demais. 

Com essa ideia geral dos assuntos que serão abordados, pense na sua disponibilidade de ofertar todos esses assuntos também. Você que irá apresentar todos eles ou serão convidadas outras pessoas? Tenha em mente a sua agenda e que ministrar os webinars demanda tempo, não só no ao vivo mas também antes com a preparação dos conteúdos.

Com isso, tente espaçar de acordo com o tempo que leva para preparar um conteúdo do outro e ter uma boa preparação. Escolha as datas também baseadas nas métricas das suas redes sociais. Qual o melhor horário para seus seguidores?

Veja com antecedência que dia irá escolher para a data, evite datas comemorativas, feriados ou fins de semana. Os horários também são importantes para definir bem. Em horário comercial dificilmente terá muitas pessoas online, a menos que queira atingir um público que não atende nesse horário.

Isso tudo varia de acordo com o público alvo e também com o objetivo do webinar. Por isso, novamente, é essencial conhecer quem irá assistir e ter seu objetivo muito claro. Os webinars e aulas ao vivo são ferramentas muito poderosas para a sua empresa, mas é preciso saber utilizá-las e como tirar vantagem dos benefícios que proporciona.

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *