7 erros para evitar quando for configurar seu LearnDash

Instalar e configurar o LearnDash pode parecer simples para iniciantes – e muitas vezes é. Mas é muito provável que você enfrente decisões que exijam um pouco mais de contexto e conhecimento para escolher os caminhos certos. No entanto, com a orientação certa, você pode facilmente evitar erros comuns que atrapalham seu progresso.

Neste artigo, discutiremos sete erros que você deve evitar ao configurar seu LearnDash. Ao final, você entenderá melhor o que fazer e o que não fazer na configuração do LearnDash e estará no caminho certo para criar uma plataforma de e-learning eficaz e eficiente. Então vamos lá!

1) Não configurar uma instalação WordPress diferente para o seu LearnDash.

Não é recomendado instalar o LearnDash na mesma instalação do seu site institucional ou de marketing. O motivo é que o LearnDash pode sobrecarregar bastante o servidor e comprometer a velocidade do seu site, uma métrica importante para seu SEO e taxa de conversão. Isso pode afetar negativamente a classificação do seu site nos mecanismos de pesquisa e reduzir a experiência do usuário.

Além disso, você provavelmente desejará instalar plugins de marketing ou experiência do usuário em seu site e outras personalizações. Isso, combinado com a instalação do LearnDash e quaisquer plugins adicionais que você possa usar em seu LMS, pode resultar em um site inchado. Para garantir o desempenho ideal, é recomendável manter a instalação do LearnDash separada do seu site de marketing.

Você pode configurar um domínio.com.br como seu site principal e um cursos.domínio.com.br para o LearnDash. Claro, o subdomínio é com você.

2) Usar o sistema de pagamento do LearnDash.

O LearnDash oferece seus próprios recursos de e-commerce, permitindo que você venda seus cursos usando Paypal, Stripe e alguns outros como gateways de pagamento. Mas é isso aí. Não permite pacotes, pagamentos em grupo ou muitos outros gateways de pagamento – o que pode se tornar problemático se você outros tipos de pagamento brasileiros. Lembre-se: o LearnDash teve em mente o mercado norte-americano e europeu.

Além disso, se você planeja personalizar a experiência de checkout, o painel da conta do usuário, as notificações por e-mail ou as ofertas de produtos, é aconselhável evitar os recursos nativos de comércio eletrônico do LearnDash.

O sistema de pagamento integrado do LearnDash tem certas limitações, como falta de integrações e opções de personalização, e não se adapta muito bem. Portanto, é aconselhável explorar opções alternativas se você estiver procurando por uma experiência de comércio eletrônico perfeita e flexível. Em muitos casos, o WooCommerce é uma escolha melhor, pois oferece soluções mais abrangentes.

3) Usar um plugin de cache para conteúdo protegido por login.

Embora os plugins de cache geralmente sejam úteis para acelerar o tempo de carregamento do site, eles podem prejudicar a funcionalidade de um LMS. Isso ocorre porque o LearnDash foi projetado para adaptar a experiência de aprendizado com base nos dados do usuário, no progresso do curso e no perfil do aluno.

Simplificando, os plugins de cache funcionam criando uma versão estática de uma página da Web e exibindo-a aos visitantes, em vez de gerar a página toda vez que ela é solicitada. Embora isso possa ajudar a reduzir a carga do servidor e melhorar o tempo de carregamento da página, pode causar problemas com qualquer LMS.

Por exemplo, se um usuário está no meio de um curso e seu progresso é salvo em um cookie, um plugin de cache pode fornecer a ele uma versão em cache da página que não reflete seu progresso atual. Isso pode causar confusão e frustração para o usuário, podendo até levá-lo a abandonar totalmente o curso.

Embora os plugins de cache possam parecer uma boa ideia para melhorar o desempenho do site, eles não são adequados para as instalações do LearnDash. Para garantir que seus usuários tenham a melhor experiência possível com seu LMS, é melhor evitar plugins de cache. Existem outras técnicas de otimização para melhorar a velocidade da sua página LearnDash.

Lembra quando eu disse que você deveria manter dois sites, um para o site de marketing e outro para o LMS? Essa é outra das razões. Você pode e deve aplicar plugins de cache ao seu site de marketing, mas isso não deve ser feito ao seu LMS.

4) Instalar o LearnDash em um plano de hospedagem compartilhada.

Os LMS são um software que requer muitos recursos do seu servidor, incluindo memória, poder de processamento e largura de banda. Ao instalar o LearnDash em um plano de hospedagem compartilhada, você está compartilhando esses recursos com outros sites no mesmo servidor. Isso pode levar a tempos de carregamento lentos, travamentos e outros problemas de desempenho.

Para evitar esses problemas, é recomendável usar um plano de hospedagem dedicado ou um servidor virtual privado (VPS) para seu LMS. Essas opções de hospedagem fornecem mais recursos e melhor desempenho, o que é essencial para uma experiência de aprendizado tranquila e contínua para seus usuários.

Alguns dos servidores que recomendo são Kinsta e WPEngine.

5) Usar o reprodutor de vídeo nativo do WordPress.

Quando você carrega vídeos em seu site LearnDash/WordPress, seus arquivos de vídeo são armazenados em seu site, assim como você carregaria e armazenaria imagens usando a biblioteca de mídia do WordPress. Esse método pode custar largura de banda, especialmente para vídeos de alta qualidade. Portanto, essa largura de banda é multiplicada cada vez que o vídeo é exibido lá. Além disso, pode ser necessário adicionar mais plugins para gerenciar e exibir seus vídeos.

Você quase nunca deve enviar um vídeo para o site LearnDash/WordPress e usar seu reprodutor de vídeo nativo.

Felizmente, o upload de vídeos em sites como YouTube ou Vimeo pode fornecer uma melhor experiência na web para você e seus espectadores. Esses sites processam cada vídeo para desempenho ideal, permitindo que os espectadores escolham a qualidade de vídeo de sua preferência. Eles também detectam automaticamente a conexão com a Internet e o tipo de dispositivo de um usuário para reproduzir o vídeo com a melhor qualidade para eles. Ao enviar seu vídeo nessas plataformas, você pode otimizar a experiência do usuário e reduzir o consumo de largura de banda.

6) Usar construtores de páginas dentro do conteúdo do curso.

Eu desaconselho fortemente o uso de um construtor de páginas em seu conteúdo LearnDash, como lições e tópicos. Aqui estão algumas razões do porquê:

Em primeiro lugar, adicionar um construtor de páginas ao seu conteúdo LearnDash diminuirá a velocidade geral do site. Isso ocorre porque os construtores de páginas tendem a adicionar muito tempo de carregamento – e isso em cima de um LMS tornará a experiência muito mais lenta.

Em segundo lugar, se você decidir alterar o layout do seu site mais tarde, terá que fazer lição por lição se estiver usando um construtor de páginas em seu conteúdo. Isso pode ser um grande aborrecimento e dificultar a consistência do seu conteúdo.

Por fim, vale a pena notar que os formatos de layout dos construtores de páginas nem sempre correspondem aos do LearnDash, exigindo que você faça modificações significativas e desnecessárias em seu site. Isso pode resultar em perda de muito tempo e tornar o processo de criação e publicação do curso mais complicado do que o necessário.

Portanto, no final, eu recomendaria criar modelos para serem aplicados à página do curso e usar CSS para estilizar a lição e os tópicos do curso, em vez de usar um construtor de páginas. O editor Gutenberg do WordPress tem algumas opções muito boas para personalizá-lo, se necessário. Isso tornará muito mais fácil criar e publicar cursos, além de garantir que seu conteúdo seja consistente e fácil de navegar para seus usuários.

7) Instalar novos plugins em seu site ao vivo.

É importante evitar a instalação de plugins em seu site WordPress ao vivo, especialmente se for uma integração com o LearnDash. É importante estar ciente de que a instalação de plugins em seu site pode levar a conflitos com outros plugins ou com o tema do seu site.

Esses conflitos têm o potencial de resultar em erros e até causar falhas no site. Portanto, é aconselhável ter cautela e avaliar cuidadosamente a compatibilidade de quaisquer plugins antes de instalá-los em seu site. Fazer isso em seu site ao vivo pode criar um caos desnecessário com seus usuários e deixar o site offline por algumas horas ou até mais.

Em vez disso, recomendo fazer qualquer instalação de plugin em um site de teste. Dessa forma, você pode testar os plugins e garantir que funcionem corretamente antes de adicioná-los ao seu site ao vivo. É sempre melhor prevenir do que remediar em relação à funcionalidade do seu site e à experiência do usuário.

Configurar seu LMS é uma tarefa única que requer planejamento e execução cuidadosos.

No entanto, lidar com as várias opções que o acompanham é um processo contínuo que pode ser assustador e cansativo. Sabemos que pode ser um desafio acompanhar as últimas tendências e determinar quais são as mais adequadas às suas necessidades de negócios. É aí que entra o Poly Studio.

Como especialistas do LearnDash, podemos ajudá-lo a tomar as decisões mais inteligentes com base em seus requisitos e objetivos exclusivos. Você pode contar conosco para guiá-lo através do processo e garantir que você tenha o sistema LMS mais eficiente e eficaz nos próximos anos. Deixe-nos ajudá-lo a aliviar o estresse da tomada de decisões tecnológicas e a se concentrar no que realmente importa – oferecer uma experiência de aprendizado de alto nível para seus alunos.

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *