Page builders e LearnDash: quando usar e quando não usar

Construir um site do zero não é fácil, mesmo que seja composto por páginas simples, muito menos um LMS inteiro. Contudo, fazê-lo com WordPress se torna uma tarefa bastante fácil, principalmente para quem não sabe programar.

Assim, construir com WordPress facilita muito a tarefa, não só por causa de sua enorme biblioteca de templates e plugins, mas também por causa de seu construtor integrado, o editor Gutenberg.

Embora seja muito eficiente e capaz de construir estruturas até que um tanto complexas, ele tem suas limitações. É por isso que temos construtores de páginas, ou page builders, como plugins – e, em muitos casos, temas – que permitem criar páginas ainda mais complexas e bonitas.

Os construtores de páginas têm sido uma referência na comunidade WordPress há anos, mesmo antes do evento do editor Gutenberg. No entanto, eles devem ser usados ​​com cautela ao criar um LMS. Vou explicar agora o porquê.

O que são os page builders?

Os construtores de páginas são ferramentas poderosas que simplificam o design e a personalização de sites em plataformas como o WordPress. Eles fornecem uma interface intuitiva de arrastar e soltar, permitindo aos usuários criar páginas da web sem nenhum conhecimento de codificação.

Com os construtores de páginas, você pode projetar e estruturar facilmente seu conteúdo, adicionar elementos multimídia e personalizar o layout do seu site com facilidade.

Um benefício importante é adicionar cores, filtros, efeitos especiais, transições e muito mais sem conhecer programação. Dessa forma, você pode criar lindas páginas sem precisar de um desenvolvedor. Também permite editar o conteúdo e sua aparência sempre que desejar. Além disso, embora você possa construir coisas do zero, existem muitos layouts já prontos de sites e páginas para você reutilizar e editar de acordo com sua marca.

Por fim, os construtores de páginas permitem criar templates de páginas que podem ser aplicados a várias páginas de uma vez, sem a necessidade de editar página por página. Isso é útil ao trabalhar com tipos de post, ou post types, no termo técnico original.

Aqui estão alguns dos construtores de páginas mais populares:

  • Elementor: Conhecido por sua versatilidade e extensa biblioteca de widgets, Elementor é a melhor escolha para criar cursos LearnDash com uma aparência sofisticada.
  • Dois: Divi oferece uma ampla gama de modelos e módulos prontos, tornando-o uma ótima opção para usuários do LearnDash que buscam uma personalização rápida e fácil.
  • Beaver Builder: Este construtor leve é ​​fácil de usar e integra-se perfeitamente ao LearnDash, tornando-o uma excelente escolha para educadores que desejam uma solução fácil de usar.

Embora sejam ótimas soluções e certamente algo que você pode instalar em seu site, o uso de construtores de páginas com seu LearnDash traz algumas ressalvas. Vamos explorar isso.

Quando você não deve usar construtores de páginas com LearnDash.

Antes de começarmos, entenda que o LearnDash trabalha com diversas informações únicas e conteúdo gerado dinamicamente, ou seja, coisas que você não tem controle. Isso inclui o título do curso, o título das lições, botões de anterior/próximo do curso, barras de progresso e outros detalhes.

LearnDash oferece muitos widgets/blocos e shortcodes para você adicionar às suas páginas usando o editor Gutenberg, mas muitos conteúdos dinâmicos podem não estar disponíveis em seu page builders. O único construtor de páginas com tal integração é o Elementor.

Além disso, é essencial entender que LearnDash oferece dois métodos para gerenciar páginas e conteúdo do curso: com Focus Mode desativado ou ativado. Essa distinção é crucial porque se você não ativá-lo, seu tema gerenciará quase todas as páginas de seus cursos. Normalmente, o seu tema gerenciará a aparência geral das páginas do curso.

Focus mode desativado. Apenas um tema genérico aplicado (essa é a página de uma aula).

Se você ativar o Modo Foco (numa tradução livre), o cabeçalho, a barra lateral e o rodapé normais do seu site serão substituídos pelo progresso do curso do LearnDash, botões de lição Anterior/Próximo e recursos semelhantes. A maioria dos construtores de páginas não pode editar essas partes. No entanto, você tem controle total sobre o conteúdo da lição, do tópico e dos questionários.

LearnDash com Focus Mode ativado sem personalização (tema nativo). Essa é a mesma página.

Dito isto, os construtores de páginas não devem ser usados ​​no conteúdo das suas aulas. 

Apenas use o construtor de modelos para definir a aparência da página principal dos cursos e de outras páginas por dois motivos: desempenho do site e personalizações futuras.

Os page builders são plugins notoriamente pesados ​​​​que exigem muito da capacidade do servidor e do site. Portanto, adicioná-lo ao seu site terá inevitavelmente um impacto, não importa quantos argumentos de venda a campanha de marketing do construtor de páginas afirme que ele está otimizado para velocidade. Adicioná-lo a cada lição ou tópico só aumentará essa carga.

Em segundo lugar, você pode querer alterar a aparência ou a marca do seu site. Assim, você deve voltar a cada lição onde o construtor de páginas foi carregado e alterá-lo manualmente, o que pode ser demorado e cansativo.

Quando você pode usar page builders em um site com LearnDash.

Os construtores de páginas são ótimos para editar páginas que não fazem parte do conteúdo principal do curso, como lições, tópicos e exercícios. Você pode usá-lo para criar modelos de páginas para landing pages, hot sites e todas as outras páginas do seu site. Você pode até usar shortcodes do LearnDash para exibir conteúdo dinâmico (shortcodes são suportados por todos os page builders).

Mencionamos manter os sites de marketing e de aprendizagem separados, mas aqui vai o mesmo conselho: se puder, use construtores de páginas em seu site de marketing e mantenha o LMS o mais simples possível para evitar plug-ins e carregamento de página desnecessários.

Concluindo, usar construtores de páginas com LearnDash funciona e tem suas utilidades. Ainda assim, você deve considerar as possíveis desvantagens em termos de desempenho e retrabalho que vocêvou ter que fazer eventualmente. Na verdade, tente manter uso ao mínimo, e vocêvai ficar bem.

Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *