fbpx

Post de blog

Como se tornar um professor online?

por | mar 29, 2021 | Design Instrucional

Conheça quais são os primeiro passos para aprneder como se tornar um professor online ou influenciador educacional.

Bem-vindos à Poly. Acompanhe nossos conteúdos para aprender como se tornar um professor online, um influenciador educacional e criar conteúdos melhores.

Um instrutor online é um professor que ensina pela internet. Muito óbvio, não? Nós gostamos de usar o termo “instrutor” porque focamos muito mais na parte técnica e de ensinar uma habilidade específica, para não confundir com o papel social que a palavra professor conota ter.

Essa profissão “paralela” tem tido muito destaque nos últimos anos com a chamada “gig economy”, em vários artigos era destacado que você poderia ensinar às pessoas com um conteúdo gravado e ganhar uma renda extra com isso.

Mas isso foi verdade especialmente em 2020, com um aumento de mais de 400% em novas inscrições e 55% em criação de novos cursos somente na Udemy, segundo um relatório da própria plataforma.

%

novas inscrições em 2020

%

novos cursos

Por isso, criei a Poly, um lugar para ajudar profissionais a se tornarem influenciadoras educacionais.

O que é um instrutor online?

Um instrutor (ou professor) online desempenha boa parte das tarefas de um professor convencional, em termos de ensino. A diferença é, claro, o meio, o objetivo do estudante e o vínculo com seu público.

Existem instrutores para todos os públicos: crianças, jovens, adultos e idosos. Claro, a ferramenta utilizada, as mídias fornecidas e todo o processo pode ser diferente. Você pode ser um instrutor online exclusivamente, no sentido de criar seu conteúdo e parar por aí.

Clique aqui para aprender como criar seu primeiro curso online.

Você pode se tornar um tutor, dando instruções para alunos de um conteúdo previamente criado. Ou você também pode ser um influenciador educacional, criando conteúdo de forma recorrente para seus seguidores, como YouTubers e influenciadores digitais do Instagram, por exemplo.

Se você for trabalhar para o mercado corporativo, você terá que desenvolver competências específicas de fornecedores, atendo-se às exigências do seu cliente.

Entre algumas das atribuições de um instrutor online estão:

  • Definir público-alvo e necessidades
  • Escrever os objetivos do conteúdo
  • Organizar o curso e suas unidades
  • Selecionar as mídias e materiais suplementares
  • Desenhar as atividades
  • Conduzir a instrução
  • Preparar as tarefas para verificar o aprendizado
  • Acompanhar a entrega e fornecer feedback
  • Fazer revisões nos materiais

Se você quiser ainda atuar como um influenciador educacional, terá que elaborar materiais novos e interagir com seus seguidores de forma muito menos comprometida do que um instrutor, mas provavelmente muito mais frequente.

Claro, aqui tem uma breve descrição generalizada. Podemos incluir mais atividades ou retirar algumas dependendo do que você pretende e está disposto ou disposta.

Expectativa de ganhos:

Antes de começarmos, é importante deixar claro o que você pode esperar como renda. Isso varia muito, como você pode imaginar, para a área de atuação, qualidade do curso, quantidade de inscrições e, claro, a qualidade.

média em reais

sonho?

Enquanto uma grande quantidade de cursos não faz uma média maior que R$500/mês, existem uns poucos que ganham acima de R$3000 ou R$5000 por mês.

Por isso, é importante você manter suas expectativas.

Sem contar que, provavelmente, esses com ganhos maiores acabam investindo mais em marketing. Existem plataformas que fazem a divulgação por você, mas abocanham uma parte maior da receita (chegando a 75%), e outras que cobram 5% por vendas (fora taxas de cartão e boletos), mas você fica inteiramente responsável pela divulgação.

  • Fatia da Udemy 63% 63%

Por isso, antes de decidir qual plataforma você vai escolher, o que costuma ser uma dúvida inicial muito frequente nos nossos clientes, você tem que refletir primeiro na sua disponibilidade de tempo e vontade de posicionamento.

Dando um exemplo rápido aqui: por um tempo, vendíamos nossos cursos a um preço maior, mas oferecendo um maior suporte aos alunos e ficava com toda a divulgação. Chegamos a gastar de R$1000 a R$3000 por mês nos meses iniciais. Até que decidimps abdicar um pouco do percentual da renda para dedicar menos tempo ao marketing. No final, a receita aumentou bastante nesse aspecto.

Habilidades necessárias:

Instrutores online e influenciadores educacionais têm que fazer malabares e equilibrar vários pratos ao mesmo tempo. Vale notar que, antes de você se tornar um influenciador educacional de renome, você terá que ser um aluno.

Você com certeza se deparará com novas técnicas e conhecimentos para melhorar o seu posicionamento – essa é uma oportunidade de ouro para você fazer um estudo (benchmarking) sobre técnicas e coisas positivas que os outros professores estejam fazendo – e recursos das plataformas que você vai querer usar.

Aqui estão cinco habilidades essenciais (para um começo) que professores online devem possuir.

 

Expertise: o que você traz para a mesa?

O básico: se você quer ensinar algo, você tem que dominar a área. E um lado muito interessante é que, conforme você for construindo sua aula, você provavelmente vai perceber pontos novos que você não domina tão bem e novidades da área (se fizer sua pesquisa).

Já tivemos um cliente que chegou e disse “eu entendo muito dessa área, mas eu gostaria da sua ajuda para abarcar outros pontos de vista”. Ele contratou nossos serviços para ajudá-lo a engordar as suas referências.

Você não precisa ser o grande expoente número 1 no mundo na área – isso com certeza ajudará, mas só pode haver um número 1, não é mesmo? O que tem chamado muito a minha atenção em nossos clientes e colegas de profissão é que dar uma visão única a um assunto, quando bem embasado, tem mais repercussão do que mais do mesmo.

Você pode ser um excelente vendedor, mas se falar só do método SPIN selling, provavelmente será mais um na multidão.

O que você tem para contribuir? Spin selling aplicado à área médica? Spin selling feito em feiras e showrooms? Qual sua visão única sobre o assunto?

Público: você conhece seus futuros alunos?

Com o assunto na ponta da língua, o próximo passo é você definir melhor seu público. Se você quer elaborar um conteúdo, você precisa entender o que esse público busca e o que ele tem que sair dominando depois que fizer seu curso. Ajuda muito se você já tiver trabalhado com esse público e entender suas motivações.

Se você tiver experiência vendendo para esse público, seja produtos ou serviços, pode ser um plus. Se é um público novo, que você já tenha alguma experiência de longe, meu maior convite será você fazer um bom benchmarking e estudo de público. Assim você não perde tanto tempo refazendo seu conteúdo pós-feedback.

Didática: como você ensina.

Não basta você dominar o assunto, você tem que saber transmiti-lo. A didática se preocupa, em linhas gerais, com o conhecimento atual do aluno e como fazê-lo ao nível ou estado desejado. Por isso, um professor com método didático consegue encaminhar o aluno ou aluno por uma sequência de passos os quais ele ou ela consegue absorver de maneira satisfatória.

Enquanto no ensino presencial você consegue fazer muitas adaptações, no ensino online você tem uma barreira de que provavelmente você terá que aumentar o número de lições para abarcar o maior número possível de sequências ou deixar muito, muito claro quem é teu público-alvo, a fim de estreitar um pouco o número de estudantes participantes.

Por fim, é importante ressaltar que o conceito de um professor didático acaba variando de estudante para estudante, tendo em vista que não é um conceito claramente estabelecido. Por mais que um professor tenha seguido todos os passos de ensino, a sua entrega ou estilo de comunicação pode não agradar a um determinado público. Por isso, eu incluí como próximo passo carisma. Isso acaba sendo muito relevante, principalmente, para influenciadores educacionais.

Carisma: encantando seu público.

Pelo título, você pode deduzir que a maior parte da comunicação de um professor online acontece por meio das telas. Eu não acreditava que existia tanta diferença entre ensinar presencial e online até fazer a minha transição. É muito diferente, e em diversos sentidos.

Você precisará ter conforto com o meio escolhido e entender que você não terá que deslocar seus maneirismos do meio offline para o meio online: você terá que reaprendê-los e encontrar a sua imagem online.

Um ponto importante a dizer é que, se seu curso for gravado, saiba que as pessoas têm menor tolerância para vícios de linguagem persistentes ou erros ao expressar-se. Você não precisa acertar e ser hiper conciso, você ainda tem alguma flexibilidade (isso muda conforme a plataforma e seu público, claro). Mas pela maior dificuldade generalizada que o aluno tem em pedir feedback para esclarecer um ponto, quando comparado a uma aula presencial, sua falta de comunicação contará será prejudicial para sua imagem.

Tenha certeza de passar sua mensagem. Você pode não ter a oportunidade de esclarecer um ponto se ninguém te der esse feedback ou pedir por um esclarecimento. E isso pode refletir na sua nota.

Design instrucional: conhecimento do método.

Design instrucional é um termo para engenharia pedagógica. Esse é o processo de analisar as necessidades de aprendizagem do seu público e o desenvolvimento de um sistema de entrega para suprir essas necessidades. Esse sistema envolve desde a ementa, aulas e testes, até as mídias e ferramentas.

Para deixar mais claro: a didática se preocupa com a entrega no dia da aula. O design instrucional se preocupa com toda a estrutura da escola e o programa do curso como um todo.

Se você for atuar como professor e designer das aulas, no sentido instrucional e não no gráfico, você terá invariavelmente que aprender alguns conceitos básicos. Apesar de não ser um termo amplamente conhecido, esses profissionais estão presentes há bastante tempo nas universidades e escolas.

De forma resumida, você terá que entender da teoria das necessidades do estudante, os eventos de instrução, ferramentas (LMS), formatos de mídias de ensino, mapa instrucional e sistema instrucional. Sabemos, é bastante coisa, mas vamos cobrir tudo isso.

Ferramenta de autoavaliação:

Como uma ferramenta que enviamos para nossos clientes, criamos uma ferramenta de autoavaliação do professor, que cobre os quatro pontos: Aluno, Professor, Sala de Aula e Transformação. Ele é muito simples: você fará uma análise pessoal de como você se encaixa em oito perguntas e sairá com seu resultado para cada um dos pontos.

No final, você terá uma recomendação do que fazer e como melhorar aquela sua pontuação específica.

 

* Documento no Google Drive

Como dar o primeiro passo:

Se você está interessado em se tornar um professor online ou influenciador educacional, o primeiro passo será determinar quais pontos você precisa melhorar e ir atrás disso. Com tanto conteúdo online, não será difícil você suprir o básico para que a falta não chame atenção de seus alunos.

Você deverá definir um pouco das suas metas pessoais

  • O que você gostaria de alcançar ao se tornar um professor online?
  • É renda extra?
  • É gerar leads qualificados para seu negócio?
  • É posicionamento no mercado?

Isso já muda bastante dos seus rumos e tipos de conteúdos gerados. Nós da Escola de Polímatas temos clientes em cada uma dessas tarefas e a maneira de atuar acaba sendo ligeiramente diferente para cada uma – ainda que o produto final seja o conteúdo em si.

Se você gostaria de se tornar um professor online no ambiente formal de ensino, com certeza a recomendação girará em torno de qualificações mais formais, como graduações e pós nas áreas desejadas.

Em última análise, você pode ensinar da forma que quiser e quase sempre haverá um público para seu estilo – por isso é tão crucial a sua análise pessoal dos seus objetivos: o que você quer e quanto tempo está disponível?

Por isso, foque no teu público-alvo, o que eles já sabem e pense no que eles estarão fazendo depois que consumir seu conteúdo. Com isso em mente, ficará mais claro pra ti como fazer essa ponte.

Agora você deverá organizar-se para produzir seu conteúdo. Organizar as suas referências, habilidades de design gráfico e começar a construir o seu programa. Em seguida, você irá produzir, editar e subir seu material na plataforma escolhida. Claro, se a sua plataforma (ou LMS, sigla para learning management system, ou sistema de gestão de ensino) exigir programação, você deverá colocar isso na conta também.

Últimos pontos a serem considerados.

Alguns estudantes aprendem mais rápido do que outros, alguns retém conhecimento por meio de explicações visuais e outros por meio da prática. Cada um terá seu modo de aprender.

Um professor online ou influenciador educacional terá que ter tudo isso em conta na hora de planejar, produzir e entregar seu conteúdo. Não tome isso como uma tarefa trivial – você terá muita responsabilidade – mas não é nada que você não consiga executar com um pouco de dedicação.

Se você tiver domínio sobre a sua área e um pouco de clareza quanto a seus objetivos, você já tem um primeiro passo bem dado.

Se você não possui tempo para desenvolver seu conteúdo ou se sente um pouco inseguro na hora de desenvolver seu conteúdo, conte com a Poly. Nossos profissionais têm uma década de experiência prática na área de organização de conteúdos educacionais, são professores eles mesmos e possuem clientes em todo o Brasil (e inclusive fora) para te auxiliar nesse processo.

Com a internet, o estudo online não tem se tornado mais acessível, como mais fácil e aceitado. Muitos têm enxergado as certificações tradicionais defasadas e lentas para responder às necessidades do mercado, que estão cada vez mais exigentes e rápidas. Para suprir essa necessidade, as pessoas têm levado mais em conta a palavra de influenciadores digitais com seus pontos de vista únicos e suas experiências práticas no mercado.

Você pode se tornar um professor online e influenciador educacional este ano. Conte com a Poly para atingir seus objetivos.

Não esqueça de baixar a ferramenta de autoavaliação para você ter uma maior clareza sobre os seus pontos fortes e fracos como professor online e influenciador educacional.

Poly Studio - agência de design instrucional & customer education

Curso de Design Instrucional: Escrita Educacional

Aprenda como se tornar um produtor de conteúdo educacional

Copyright © 2021 Todos os direitos reservados